sexta-feira, 9 de maio de 2008

F1: Eu tento, mas não consigo respeitar Ecclestone...


Vejam mais essa brilante frase dele, sobre a saida da Super Aguri...

Ecclestone: "Nunca estivemos procurando manter 12 equipes, e, sim, dez"

Detalhe que, foi estipulado um limite de 26 carros na pista, ou seja, 13 equipes, então se o limite ideal é esse, porque o IDEAL seriam 10 equipes?? Quer dizer, ja se fala muito que F1 é alem de um imenso negocio multimilhonario sobre 4 rodas, deixou de ser um esporte de competição a motor e com comentarios assim, fica parecendo alem disso, um grande clubinho particular de luxo...

Na verdade, só importa mesmo pra F1 equipes como Ferrari, Ferrari, Ferrari, e se possivel, Mclaren e Williams, por fatores historicos e esportivos, e umas duas ou tres equipes de montadoras, é a verdade, quem estiver de fora, que entre, mas sera tratado como um bastardo, é assim com Red Bull, com Toro Rosso, e com a Force India, embora essa ultima é dificil ter respeito, se todo ano é vendida... Saudades da Jordan...

Fica dificil assim, se gostar de F1 como antigamente, se pessoas com essa mentalidade, estão a frente dela... E pior, de um lado, um babaca autoritario como Ecclestone, e do outro, um pervertido que leva tapa na bundinha, como o Mosley... Nesse ritmo, vou acabar sentindo falta até do doente do Balestre...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog produzido por: Thiers - Recife - PE - Brasil - 2014