domingo, 8 de março de 2009

Carros: Artistas satirizam superesportivos...


...segundo eles, a era dos superesportivos acabou...

Até onde vai a criatividade humana? Os artistas Daniel Dewar e Grégory Gicquel criaram essa arte em pedra, simbolizando uma Ferrari Testarrossa "fossilizada", com o intuito de que carros deste tipo, de altíssimo desempenho e consequentemente alto consumo de combustível e em tempos de aquecimento global e procura de novas formas de geração de energia para carros, carros deste estilo da Testarrossa estariam extintos, seria como voce descobrir o carro em forma de fossil como algo muito antigo, consequentemente, antiquado, super interessante a ideia...

Eu concordo quase plenamente, diria que em partes, primeiro, realmente eu acho que mercado para carros desse tipo acabou, mas discordo que eles deixem de existir e que são antiquados, eu sou mais a favor que eles existam, mas que em produção ultra reduzida, algo em torno de 300 carros, sem mais e nem menos, depois disso ele "sairia de linha", ou seja, existiriam, seriam absurdamente potentes, velozes e beberrões, porem existiram raríssimos exemplares, ai o seu impacto na natureza e no consumo mundial de combustíveis, seria infimo...

Embora, eu acredito numa tendência, de que eles continuarão existindo sim, porem usando energia limpa, afinal, ja existem carros de alta potencia alimentados por motores elétricos, então, de certa forma, esses carros superesportivos não pode-se se dizer que estão extintos unicamente por serem carros de alta potência, e sim por usarem muita gasolina pra funcionarem em sua alta performance...

...porem poderiamos ja ter esses superesportivos, usando energia limpa, se laaa nos anos 70, quando os primeiros carros elétricos surgiram, tivessem sido desenvolvidos como hoje se desenvolve numa grande corrida contra o tempo, nisso posso lembrar o lendário Gurgel, que la nos anos 70, ja tinha feito um carro elétrico super interessante, mesmo que bizonhamente horrível de tão feio, mas se naquele tempo, ja era possível fazer um carro como aquele, imagina se fosse desenvolvido? Nos anos 90, ja teriamos mais carros energeticamente limpos, do que os, sim antiquados, carros a combustão...

...mas ainda há tempo, porem foram perdidos mais de 30 anos ai, antes tarde do que nunca...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog produzido por: Thiers - Recife - PE - Brasil - 2014