quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

F1: Uma vez Barrichello, sempre Barrichello...

...por um instante, voltou aos velhos tempos de falar demais...

Barrichello resolveu voltar a mostrar a cara, em meio a equipe Honda ter anunciado sua retirada, Toro Rosso definindo pilotos, Force India mostrando que é chega e mula achando que só pode ter mesmo os dois pilotos medíocres que tem mesmo (mais no caso de Fisichella mesmo), bate bota de Montezemolo e Ecclestone, o piloto brasileiro veio repetir o que vem dizendo a alguns dias, semanas, meses...

...que ainda não esta acabado para a F1, que ainda merece uma vaga na categoria...

E pelo visto, parece estar na linha de Button, jurando lealdade a ex-equipe de F1, ou seja, ao que sobrou dela, esperando um comprador...

...que com a retirada da Subaru do WRC (onde essa crise vai parar? O Mundial de Rally com somente duas montadoras??), equipe apoiada pela Prodrive de David Richards, potencial comprador do resto da Honda na F1, tem sua situação complicada ainda mais...

Mas Barrichello mostra as vezes que não muda...

Barrichello: "Não acho que as duas vitórias no kart, que obtive no Brasil, tenham sido uma coincidência. Certamente, enfrentei um nível de competitividade bastante inferior ao da F-1, mas isso mostra o quanto estou preparado. Penso que posso usar a minha mente, além da minha velocidade e concentração, para ajudar o time neste momento. E não gostaria de assinar um contrato de apenas um ano. Quero estabelecer um vínculo de dois ou três anos. Eu comecei a minha carreira correndo com pneus slicks e gostaria de terminar da mesma forma".

Dois ou tres anos?? Quando Barrichello vai aceitar que de fato esta ficando velho pra correr na F1? Quando ele vai ver, que se conseguir um contrato de 1 ano, tem que aproveitar bem essa chance, usando essa temporada, como despedida, curtindo o ano, correndo por prazer, assim como Coulthard fez? Parece que quer mesmo ser posto pra fora da F1 da pior forma, como piloto sem carro, sem equipe, despedido...

...alias, falando no Coulthard...

Barrichello: "Pessoalmente, acho que tenho essas duas qualidades. Quando ouvi o David (Coulthard) me dizendo que planejava parar - ele disse que já tinha feito o suficiente, que queria ir para casa. Porém, eu simplesmente não me vejo voltando ao Brasil ainda, porque tenho a velocidade. Ainda quero correr. Tenho negócios pendentes na F-1. Tenho a certeza que posso terminar até com mais recordes, se não ganhar o campeonato. Acredito sinceramente que é o que mereço".

Deus, Barrichello ainda falando em titulo??? Bom, recorde ele pode quebrar mesmo, aumentando o de participações, de temporadas disputadas, até de pontos, caso consiga algum, mas titulo?? Francamente...

Bom, dos males o menor, Barrichello parece estar parando com essa birra ridicula de "Ha, se não me derem um carro de F1, quero de outra categoria não, se não for F1, eu paro, BUAAA!", pois ele ja começa a cogitar a possibilidade de caso não de mesmo pra continuar na F1, se mudar para a Formula Indy, ou quem sabe, WTCC, pois recebeu convite de ambas, alem das 24h de Daytona...

...fora que de repente, pode ir para a Stock Car Brasil tambem, DTM, etc...

Legal ver que ele ja começa a enxergar o mundo fora da F1, não tem porque parar de correr, se não conseguir seguir na F1, mas precisa parar de fantasiar, pois contrato de mais de 1 ano e titulo?? Para né Barrichello??

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog produzido por: Thiers - Recife - PE - Brasil - 2014