domingo, 3 de maio de 2009

Música: Iron Maiden veio a Recife... e agora?

...como fica o Recife? O que vai acontecer agora por aqui?

Bom, eu ia escrever isso uma ou duas semanas depois do show do Iron Maiden em Recife, no dia 31 de Março deste ano, depois ia escrever quando desse 1 mes, mas acabei só parando pra escrever agora, talvez fiquei ocupado no meu tempo livre modificando o blog e pouco postei nesses ultimos dias, quanto mais pra parar e escrever isso aqui...

Enfim, o Iron Maiden veio, provocou um rebuliço na cidade, fãs vieram de varias partes do Nordeste, dizem que até de fora do país, soube que haviam cubanos na platéia, enfim, foi montada uma grande estrutura num lugar até improvavel para algo assim, sensação no inicio de vendas dos ingresso, com direito a cobertura de TV e tudo, disse me disse, confirma, desconfirma, vai ser sucesso, não vai ser, quando e quanto serão os ingresso, camisas, area premium, briga sem sentido com fãs do Maiden de Fortaleza, enfim, todo um universo foi criado pra esse show, que certamente, marcou a história cultural da cidade do Recife mais especificamente...

...mas ai fica a pergunta, que aposto que ficou na cabeça de muita gente depois do show, e agora? Acabou? Vem mais coisa boa por ai? O proprio Maiden pode voltar? Vai tudo voltar a ser como era antes?

Eu confesso que estou com essas perguntas na cabeça desde antes até do show e principalmente depois dele, foi tanta espectativa, anciedade, espera, que até fizeram o dia correr rapido, até pareceu que o show foi curto, mas não foi, porem pra saciar toda aquela espectativa, o show precisaria durar uns 3 dias, ou seja, era impossivel, e não, o show não foi curto, foi até longo e o dia foi longo tambem, mas enfim, coisas do psicológico humano...

Mas fica essa dúvida agora, o que esperar daqui pra frente? Eu creio pra mim, que voltar a ser o que era, Recife não volta mais. Digo mais, isso não começou com o Iron Maiden, pra mim a vinda da banda ja foi fruto de uma abertura, de uma mudança de visão de produtores, bandas internacionais, com a cidade do Recife, com a região nordestina, pra mim, o marco inicial disso tudo, foi com o show do Deep Purple, 13 de Setembro de 2003, ali foi o show da primeira grande banda internacional de rock consagrada no mundo, vindo ao Recife para um show, que foi um sucesso relativamente falando, pois a divulgação foi quase nula, tanto que muitos no dia do show, mal sabiam que ele iria acontecer, mas foi um sucesso assim mesmo, com casa cheia...

Antes desse show, teve ate um show do Silverchair, mas acho que ele ainda não foi o marco inicial pra se pensar em grandes bandas por aqui, embora era um prenuncio, eu lembro até hoje no fim do show, quando fiz o seguinte comentário:

"Temos que valorizar esse show, ele pode abrir as portas pra grandes bandas pra ca, imagina se um Deep Purple vier?"...

...sim, santa a boca a minha naquele dia... E eis que 4 meses depois desse show, o Purple desembarcou em Recife...

Mas ainda pra mim, o marco ficou com o Purple, porque o Silverchair bem ou mal ainda era uma banda atual, muito na mídia, principalmente na epoca, mas marco mesmo, seria trazer uma banda lendária, consagrada mundialmente, de renome, um monstro sagrado do rock mundial, ai sim seria um marco, por isso que digo que pra mim, quem começou a abrir essa porteira, foi o Purple...

...embora o negocio demorou a engrenar, isso foi em 2003 e depois disso, só lembro de um show do Offspring, que não tem nada a ver e foi em 2004, só viriamos a semente do Purple virar arvore, digamos assim, em 2007, com a vinda do Scorpions...

...que voltaram em 2008 na turne seguinte, ambos os shows lotados, ai sim, a porteira estava aberta, mas ainda faltava um marco definitivo, marcante de fato, indiscutível, pra por de fato Recife na rota de grandes shows internacionais, e isso o Maiden fez muito bem...

Mas mesmo assim, fica a pergunta, e agora? Se a maior banda de metal do planeta veio pra ca, isso quer dizer que agora, qualquer uma pode vir? Não. De fato Recife mostrou que pode fazer um show no estilo arena, de grande público e corresponder, mas essa identidade não vem assim do nada, precisa de mais tempo, de mais shows...

...até porque, onde o Iron Maiden for, ele lota casa de show, estadio, arena, o que for...

Problemas e erros com o show do Iron Maiden aconteceram, claro, era uma produção inédita na região, onde se teve que ir na base do "dar a cara pra bater", muitos erros aconteceram, venda de ingressos sem parcelamento desde o inicio, promessa de brindes para a area premium que não vingaram, dificuldade pra achar um local para o show (embora ai não chegou a ser um erro, e sim falta de estrutura e visão de pessoas da cidade), enfim, tudo normal, dentro de um inediatismo que foi um show desse porte em Recife, e no final, saiu bem melhor do que se podia esperar e no fim, recebeu mais aplausos do que vaias...

...aplausos que eu fiz coro, mesmo vindo varias vezes aqui criticar, o saldo no fim foi bem positivo...

Mas vamos olhar pra frente, o show do Iron Maiden acabou, ja passou, Recife ja mostrou a cara mundo afora e agora? Bom, ja ouvi varias probabilidades para futuros shows, como Guns N' Roses (que vai valer um futuro post), Bon Jovi (esse com grande possibilidade pelo que soube), Red Hot, Rush, Slayer, entre outros...

...neste meio tambem entraria o Metallica, mas o que eu soube, de uma fonte beeem segura, é que atualmente é inviavel, pois é caro demais, muito, muito mais do que foi o Iron Maiden, então eu ja considero carta fora do baralho, mas sei lá né...

Especulações a parte, eu acho que podemos ficar otimistas sim, acho que o Silverchair deu um prenuncio, o Deep Purple abriu a porteira, Scorpions prendeu as portas no muro e o Iron Maiden arrancou portões e muro com tudo, agora é, aproveitar a barreira desfeita e não deixar ela ser reconstruida, mas acho que sim, Recife pode estar entrando na rota de grandes shows internacionais sim, mas ainda não entrou, precisa de mais shows, mais sucesso e mais visibilidade...

...como claro, mais visão dos empresariados locais, mais investimentos em estrutura para shows grandes e porque não, mais mentalidade dos donos de estadios de futebol, muito visados em shows desse porte...

Como costumo dizer muito, vamos aguardar o que isso tudo vai dar, mas estou mais otimista do que pessimista...

...e você?

Um comentário:

  1. Ai como eu adoro voltar nesse asunto que é o show do Iron.
    Recife não será a mesma, acredito que não,e faço votos para que não seja.
    Nem BH é mais mesma sô!
    Tudo diferente depois de Iron, Heaven and Hell aqui no domingo, e eu vou olha só!

    ResponderExcluir

Blog produzido por: Thiers - Recife - PE - Brasil - 2014