quarta-feira, 21 de abril de 2010

Música: Apesar do local, Megadeth faz show soberbo em Recife

Problemas na acústica do Português não diminuiram a qualidade final do show.

Foi um grande show, um otimo show, com um certo atraso, som estridente e bom setlist. Esse foi o show do Megadeth realizado ontem no Clube Português, no Recife. Atraso em torno de 30, 40 minutos, perto das 23h o show se iniciava e a casa quase veio abaixo. O setlist foi mesmo aquele que divulguei aqui com destaques para "Holy Wars", "Hangar 18", "Peace Sells" e "Symphony Of Destruction" que incendiaram mais o público presente, creio eu, em torno de 5 mil pessoas, não mais que isso, relativamente muito para o Clube Português...

A estrutura do show foi muito boa, tanto na entrada do público, como tambem ofertas em comida e bebida ao redor do salão onde o show se realizou. O som foi muito bem montado e equipado, potência pura, de grande qualidade, mas que não fariam milagre, naquela péssima acústica do Clube Português, não tem som que faça milagre ali, a produção fez o máximo que pôde, o som do show começou muito ruim, com muito eco, que fez a altura do som ficar incomodando, estridente demais, notei duas saidas do palco de Mustaine, e como fiquei perto da mesa de som, curiosamente nas duas saídas vi o técnico bem agitado nesses momentos, as saídas ajudaram, o som melhorou, as guitarras pararam de ecoar e já dava pra entender o que Mustaine cantava...

...mas estava alto demais, era muita potência para um espaço tão pequeno e relativamente fechado, ainda mais com aquele eco, tinha momentos que o som incomodava, principalmete em riffs e solos de guitarra com muitos agudos, mas nada que comprometesse o som em si, só a acústica que de fato, tentou muito detonar com o show, mas no fim, não conseguiu...

A banda em si esteve soberba, demonstrando muita simpatia, principalmente Mustaine, que quem olha acha o cara arrogante, chato, bruto, se engana quando o vê ao vivo, muito simpático e prestativo com o público, destaco até um momento de empolgação do pessoal que estava mais proximo do palco, que Mustaine percebe que uma pessoa teria se machucado, ele parou a banda e procurou saber se o cara estava bem, pediu pro pessoal ter cuidado e retomou o show, acho muito legal esse tipo de atitude, mostra que o artista se preocupa e dá atenção pra quem vai ali prestigiar seu show, pena que muito artista por aí não pensa assim...

O disco "Rust in Peace" foi de fato tocado na íntegra, como consta no setlist que postei aqui antes, diria que todas as músicas foram acompanhadas com grande empolgação pelo público, foi um show feito pra fãs de fato, poucos ali foram por só conhecer um pouco a banda, como este que vos escreve, diria que conhecia de fato umas 5 a 6 músicas, outras conheci mesmo na hora e curti muito também, todas as músicas foram cantadas em côro pela imensa maioria do público...

Ao meu ver, mais um show de sucesso em Recife, só espero que shows desse nível, ou melhores que este, não sejam novamente realizados no Clube Português, o clube em sí não tem uma boa estrutura nativa pra shows desse tipo, shows de qualidade, não adianta insistir, tivemos aí Nightwish e Megadeth nesse local e ambos sofreram com a péssima acústica do local, porém no caso desse show, não tinha muito pra onde correr, ja que Chevrolet Hall estava em uso, e infelizmente essa é a realidade de Recife pra shows, se não é feito no Chevrolet Hall, é dificil fazer um show de nivel, por falta de outros lugares, mas quem sabe um dia isso melhora...

...ao menos hoje, ja temos um local pra realizar shows do tipo arena, como foi o do Iron Maiden, antes nem tinhamos, já é um bom progresso...

No fim, um show memorável, muito bem produzido novamente pela Raio Laser, uma acústica que irritou com seus ecos, público quase em totalidade feito de fãs da banda, grande simpatia dos músicos, a ponto do baixista no final do show vestir uma camisa da seleção brasileira, e de fato, mais um show de sucesso em Recife, que mostrou mais uma vez, que pode receber mais artistas internacionais em qualquer estilo, pop, rock, clássico, o que for, Recife tem público, falta mesmo é mais vontade das produtoras nacionais, mas já foi pior, parece estar melhorando...

3 comentários:

  1. Porra Thiers. não lhe vi por lah
    Show ducaralho
    Abração Alessandro (apply)

    ResponderExcluir
  2. Tava do lado direito da mesa de som po, hehe, foi do caralho mesmo... Até mais!

    ResponderExcluir
  3. Em SP também foi um show maravilhoso!
    Inesquecível o que Megadeth fez, pegar um disco lançado há 20 anos e fazer uma turnê dele. Pra quem não viu... só lamento!

    ResponderExcluir

Blog produzido por: Thiers - Recife - PE - Brasil - 2014