domingo, 14 de novembro de 2010

F1: E deu Vettel!!! Campeão mundial de F1 em 2010!



De candidato improvável, Vettel vence de ponta a ponta com a ajuda dos concorrentes que ficaram lá pra trás...

Foi uma corrida obviamente chata, porque o circuito de Abu Dhabi não permite de fato que uma corrida seja boa naquela pista, não dá, é chata, curvas retas, praticamente impossível de se ultrapassar, até tem uma curva que dá pra passar, mas tem que ter muita coragem pra isso...

Alonso e Webber saiam como principais candidatos a algumas corridas, porém no fim, Hamilton e Vettel ainda tinham chances matemáticas de conseguir o título, ok, Vettel, pois Hamilton era praticamente impossível...

...embora no fim não foi tão impossivel assim, Alonso por boa parte da corrida ficou fora dos pontos, tanto que terminou a corrida em 7º por conta de alguns pilotos que ficaram pra fazer seu pit no fim da corrida...

...como Button que deixou pra parar bem no final e se deu bem, ficando em terceiro, Kubica foi outro que deixou pra parar bem tarde e deu, mais uma vez, um show na pista, onde recebeu por boa parte da corrida uma pressão implacável de Hamilton, já com pneus novos e segurou de forma perfeita o inglês...

Mas a corrida se decidiu logo no inicio, Webber não ganhou posições, até perdeu, Alonso tambem, Vettel segurou a ponta e Hamilton o acompanhou, eu disse no ultimo post que o ponto chave pro sucesso de Alonso na conquista do título, se chamava Mclaren, pra seu azar, outra equipe fez a diferença contra ele, irônicamente, a Renault...

Kubica como já disse ficou sempre entre os primeiros e ajudou ao espanhol ficar longe do quarto lugar que precisava pra ser campeão, mesmo com a vitória de Vettel, mas outra Renault foi definitiva, a de Petrov...

O russo, junto com Rosberg, parou no inicio da corrida, durante o SC, provocado pelo erro de Schumacher que rodou sozinho ainda na primeira volta e foi acertado em cheio por Liuzzi que nada pode fazer pra evitar a pancada, quando voltou, claro, voltou lá atras, mas quando a turma da frente foi parando, ele voltou na frente do espanhol, que chegou nele, trazendo Webber a tiracolo e...

...cade que passou? Petrov defendeu a posição por metade da corrida, sem precisar se defender muito, Alonso nervoso errava mais do que atavaca pra passar, pior Webber, que estava numa passividade ridícula até, pra quem estava ali disputando um título...

Vettel no fim, venceu e convenceu, eu faço o coro de muitos, de quem merecia mais o título seria Webber, pela regularidade, mas eu sempre torci durante o ano pra Hamilton e Vettel que foram os que deram show, com sua pilotagem agressiva e arriscada o tempo todo, erraram muito durante o ano, até erraram, Vettel principalmente teve algumas quebras, mas procurou ir atrás e no fim, conseguiu seu título...

Mas o principal, não foi nem somente o título de Vettel em si, foi a atitude da Red Bull de abolir totalmente o jogo de equipe dentro do time e no fim, conseguiu o título, tanto de Construtores como de Pilotos, sem jogos de equipe descarados, como os aplicados pela Ferrari...

...embora no fim, a ordem dada pra que Massa deixasse Alonso passar, foi acertada, os tais 7 pontos a mais conquistados com a manobra por pouco garantiram o título pro espanhol e Massa ficou MUITO longe dos concorrentes ao título, com ou sem os tais 7 pontos, mas há de se concordar que sem qualquer ordem assim, o negocio fica bem mais legal né?

Vitória de Vettel, vitória da Red Bull, mas vitória principalmente da F1, do esporte, do jogo limpo, aberto e disputado abertamente entre os dois companheiros de uma mesma equipe, como deve, como sempre devia ser, como é mais legal de ver, como é pra F1 ser...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog produzido por: Thiers - Recife - PE - Brasil - 2014