sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

F1: Mclaren apresenta seu carro para 2011 com novidades bem... estranhas...



Carro aparece com dutos laterais em formato de L pra lá de estranhos e porque não, inovadores, caso tenham bom resultado...

Eu achava que a Mclaren não iria trazer nada de interessante no seu carro para 2011, no maximo algo inovador, mas sem ser visto ou chamar a atenção na estética do carro, como ela fez em 2010, com aquele buraquinho estranho no bico do carro, que foi uma das maiores invenções aerodinâmicas da F1 nos ultimos anos, porém dessa vez ela fez de novo, quem sabe, algo inovador, porém nem um pouco discreto...

Numa primeira vista das fotos, principalmente com a de frente logo mais abaixo, eu tomei um susto e pensei "Que porra é essa, Mclaren?", pois era uma cena bizarra, com o meio da parte lateral do motor literalmente afundada, lembrando um pouco os carros da Indy que tem essa parte meio que afundada com as bordas da carenagem bem mais altas que o meio entre a dita lateral e onde o piloto fica, mas do jeito que a Mclaren fez foi de uma forma mais radical...

...posso estar errado e provavelmente estarei, ou não, mas creio que isso dai tem ação totalmente aerodinâmica, ok, isso parece muito obvio, mas veja na foto abaixo que esse rebaixamento vai até as rodas traseiras, ou seja, isso deve fazer um papel semelhante ao do difusor duplo, usado em 2009 e 2010, ou seja, pra fazer o carro grudar mais no chão, creio que a parte rebaixada vai funcionar como uma especie de duto, parecido com o que fazia tambem o tal duto frontal, vai forçar o carro pra baixo aumentando o downforce dele, ajudando quem sabe nas asas, que podem ter angulo menor, ajudando nas retas, sei la, eu penso que a intenção dessa mudança é pra isso, e se der certo, a Mclaren inovou muito, de novo, em 2011...



É feio é, é estranho é, mas se for como tou pensando, é muito interessante e inovador...

O time segue com Hamilton e Button guiando os carros prateados, com números 3 e 4 respectivamente...

Bom, como o post tem somente um carro, posso postar os dados técnicos sem parecer que o post virou uma bíblia. Lembrando, que a Mclaren é outra que usará o KERS:

Chassi

Moldado em fibra de carbono, com estruturas de impacto lateral e frontal.
Câmbio longitudinal, semiautomático e sequencial.
Número de marchas: sete mais a ré.
Suspensão dianteira com barra de torção e sistema de amortecimento operado por push-rod com arranjo em duplo-A.
Suspensão traseira com barra de torção e sistema de amortecimento operado por pull-rod com arranjo em duplo-A.
McLaren Electronic Systems no controle da incorporação eletrônica para chassis, motor e aquisição de dados. Também fornece o painel eletrônico, o controle de tensão do alternador, os sensores, a análise de dados e os sistemas de telemetria.
Carroceria composta em fibra de carbono.
Rádio Kenwood.
Rodas Enkei.
Discos, pastilhas e pinças de freio Akebono.
Bateria GS Yuasa.
Volante desenvolvido pela McLaren.
Pintura AkzoNobel.
KERS Mercedes-Benz de 60 kW

Motor

Mercedes-Benz FO 108Y.
Capacidade de 2,4 L.
Número de cilindros: oito.
RPM máximo de 18 mil.
Bloco de cilindros de alumínio em V no ângulo de 90°C.
Largura do pistão: 98 mm.
Número de válvulas: 32.
Peso abaixo de 95 kg.
Lubrificante Mobil 1.
Gasolina ExxonMobil High Performance com 5,75% de biocombustível.
Velas de ignição NGK

Creio que com o tempo, eu deixe de achar isso ai tão bizarro e passe a achar até bonito, se tiver resultado, como tou supondo que terá, vou achar magnifico, avante Mclaren!!!

Sim, sou e sempre fui torcedor ferrenho da Mclaren, embora tambem goste cada vez mais da Red Bull...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog produzido por: Thiers - Recife - PE - Brasil - 2014